O Rubi do Planalto Central

Rajesh Mishra II, Marajá de Jodaipur, um pequeno principado do noroeste da Índia, chega a Brasília em visita oficial, acompanhado de sua comitiva que inclui, entre outros, sua esposa, a Marani (rainha) Bhargavi e seu irmão mais velho, o príncipe Gulab, que dirige a companhia oficial de dança em Jodaipur. O Marajá é dono de um dos mais valiosos rubis do mundo, o Agni ki fúol (“A flor de fogo”, em híndi), que adorna o turbante real.

Durante um jantar oferecido pelo governo brasileiro no Palácio Itamaraty, o rubi se desprende do turbante do Marajá e se espatifa no chão. Descobre-se, então, que a pedra era uma réplica e que a verdadeira havia sido roubada entre a chegada da comitiva a Brasília e a recepção no Itamaraty. A tensão aumenta quando, na noite seguinte, durante a apresentação da Companhia de Dança de Jodaipur, no Teatro Nacional, a Marani Bhargavi é misteriosamente seqüestrada.

Correndo contra o tempo, dona Olga, ex-agente da Interpol e descendente de Pedro Álvares Cabral, entra novamente em ação a fim de solucionar o ardiloso mistério, sempre contando com a ajuda de seus jovens e espertos auxiliares: os dois netos, Júlia e André, e um amigo deles, o garoto iraquiano Rachid.

Ambientado em Brasília, O RUBI DO PLANALTO CENTRAL é o segundo título da coleção Os Caça-Mistérios, especializada em livros juvenis interativos de suspense, mistério e aventura, escritos por autores brasileiros. Nele, o leitor também participa da trama, resolvendo enigmas junto com os personagens, ao mesmo tempo em que conhece um pouco mais sobre a capital brasileira e desvenda alguns dos muitos segredos da Índia.

Editora Ática
Série Olho no Lance/Os Caça-Mistérios
Ilustrações: Mauro Souza
São Paulo, 2009
128 páginas
ISBN: 9788508120499

Acesse o roteiro pedagógico deste livro no Canal do Educador
                
Este livro faz parte do projeto Vivenciando a Literatura na Realidade
                
GERAÇÃO SUBZERO

Go to link